Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘rock’

De 5 a 6 de Novembro vai rolar o Encontro Nordestino de SL em Natal -RN. A programação é bem extensa e tem várias paletras e debates. Quem estiver por perto seria interessante comparecer.

Confira alguns destaques:

– Software LIvre no Brasil – Casos de Sucesso e Negócios – 05/11 – Primeiro Dia, 10:00/11:00, 1 – Ponta Negra – 380
– Código Aberto, Conteúdo Aberto, Caminho Aberto – 05/11 – Primeiro Dia, 15:00/16:00, 1 – Ponta Negra – 380
– Ciberfeminismo – Cultura Livre – 05/11 – Primeiro Dia, 18:00/19:00, 1 – Ponta Negra – 380
– Migração para Software Livre: a experiência do Governo do Estado do Ceará – 06/11 – Segundo Dia, 09:00/10:00, 1 – Ponta Negra – 380
– A pedagogia libertadora do Software Livre – 06/11 – Segundo Dia, 10:00/11:00, 2 – Redinha – 250
– Do Livre e do Grátis – 06/11 – Segundo Dia, 16:00/17:00, 3 – Maracajaú – 100
– ACTA – Um tratado contra quem usa Internet – 06/11 – Segundo Dia, 17:00/18:00, 3 – Maracajaú – 100

Read Full Post »

A Obra é a casa de shows independentes mais tradicional de Belo Horizonte. No entanto, o foco da casa sempre esteve mais ligado ao rock and roll. Mas o coletivo Pegaada vem conseguindo levar novos estilos ao porão quente e escuro mais conhecido de BH.

Após Capim Seco no Grito Rock, foi a vez da banda Samba de Luiz desfilar todo o seu sincretismo musical. Nós estávamos lá para registrar esse momento singelo na história da casa e você pode ouvir o bootleg aqui!

Read Full Post »

Mixagem de bootlegs

Eduardo Curi – Coletivo Pegada

Ultimamente eu tenho mixado alguns bootlegs que a gente tem feito aqui em BH. Aprendi bastante sobre mixagem de gravações ao vivo e vou dar umas dicas práticas aqui:

– O microfone de voz é o seu maior inimigo. Ele capta tudo no palco, impedindo que vc possa comprimir a voz e pegando muito vazamento dos pratos. Quando você for mutá-lo veja se não altera demais a característica do som, ele pode te ajudar na ambiência;

– Se a gravação for só pra registro, dois mics na bateria (bumbo e over) são o suficiente. Mute todas as partes que o bumbo não toca;

– você não precisa colocar reverb em nada, apenas no violão se ele for gravado em linha;

– faça o pan de acordo com o que vc viu no palco, mas deixa o baixo no centro

– limpe tudo que estiver em silência, mas lembre-se de deixar uma ambiência entre as músicas

– usa um canal auxiliar, quando terminar, endereço tudo para ele e dê uma equalizada cortando os subgraves e o final dos agudos. Comprima um pouco para deixar o som todo junto;

– Corte todas as frequências inúteis, como os graves dos pratos e os agudos do baixo.

– Clipes são inevitáveis na hora de gravar, portanto aprenda a conviver com eles;

Espero que tenha ajudado!

Read Full Post »

A banda paulista Gigante Animal fez uma grande apresentação no Grito Rock 2010 em BH. E você pode conferir a apresentação na íntegra aqui!

Read Full Post »