Feeds:
Posts
Comentários

A Obra é a casa de shows independentes mais tradicional de Belo Horizonte. No entanto, o foco da casa sempre esteve mais ligado ao rock and roll. Mas o coletivo Pegaada vem conseguindo levar novos estilos ao porão quente e escuro mais conhecido de BH.

Após Capim Seco no Grito Rock, foi a vez da banda Samba de Luiz desfilar todo o seu sincretismo musical. Nós estávamos lá para registrar esse momento singelo na história da casa e você pode ouvir o bootleg aqui!

A coluna Áudio de Pegada, publicada todas as terças-ferias no site do coletivo Pegada traz um relato de como foi a produção do último bootleg, na Noite FDE, confira aqui!

E você pode ouvir o bootleg de Babi Jaques e os Sicilianos aqui.

Carro apertado é que canta

Ribeirão das Neves, 05 de agosto 00h. Escrevo este post pra contar uma experiência.

No ultimo dia 25 fizemos aqui em Ribeirão das Neves mais uma Noite Fora do Eixo que foi também uma pré-seletiva para escolher uma banda pra tocar no festival Pá na Pedra que acontecerá no fim de agosto.

Pra este show tive um desfalques em ralação a equipamentos, como a grana tava bem curta não pude alugar compressor, efeito ou qualquer outro periférico, tinha que usar o que conseguimos emprestado, que alem das caixas, amplificadores e mesa de som só tinha 2 equalizadores. Pensei em me arriscar num teste, usar alguns plugins instalados em um PC como periférico.

A princípio tinha até pensado em usar tudo do computador, mas se desse algum erro ia ser difícil de reparar rapidamente, então decidi usar alguns efeitos do Sonar “insertados” na mesa. O sinal do instrumento entrava pela mesa, sai pro comutador, era processado dentro do software e voltava para mesa. Usei uma placa Echo Layla 3G de 8 canais, 6 canais ficaram para essa experiência e 2 para gravação, tudo feito no software Sonar 7.

Sonar com alguns plugins

Com 6 cabos de insert usei a entrada e saída  do canal 3 da placa pra colocar um compressor e equalizador no bumbo, o mesmo foi feito com a caixa usando canal 4, os canais 5,6 e 7 usei para os tons e surdo insertando um compressor, equalizador e gate em cada um, por fim o canal 8 da placa foi usado pra voz, com um equalizador e um compressor.

Os outros 2 canais da placa usei pra fazer a gravação no mesmo programa, a partir de duas  saídas de subgrupo da mesa.

Placa Echo Layla 3G

Na falta dos processadores analógicos foi muito bacana! A experiência só não foi 100% bem sucedia devido a alguns problemas de latência ou de memória do computador, que deu uma distorcida no som em alguns momentos.

VandaLuz

O resultado pode ser conferido em uma gravação da banda Vandaluz que esta disponível para download na pagina de bootlegs.

Essa semana até o dia 24 de Julho ta rolando o FISL11- Fórum de Software
Livre, um dos mais importantes eventos de TI do mundo. O Fórum reúne as comunidades que trabalham e desenvolvem o Software Livre.

Acompanhe ao vivo as transmissoes por aqui : http://tvsl.lumea.tv.br/
e aqui!

Novos bootlegs no ar!

Acabamos de colocar mais três bootlegs no ar! Samba de Luiz, Pequena Morte e Union Latina, gravados em Belo Horizonte na noite do dia 10 de julho.

Os bootlegs foram gravados com o Audacity, ligados em um PC Dell Inspiron 1525 e uma Fast Track Pro da M-Audio. Esquema simples, mas eficiente, confira!

Bootlegs e Fast Track Pro

Bom, neste tópico vamos abordar como foi a gravação e a transmissão ao vivo do Festival Canja realizado por nós ,do Enxame Coletivo, na cidade de Bauru,  de 17 a 20 de junho.

Nossa missão durante o festival era:

-Transmitir ao vivo  e gravar o evento sexta, sábado e domingo. Confira o que rolou:

Nossos equipamentos nas noites eram :


1-Placa Fast Track Pro

2- Cabos 2 Canon XLR – P10

3- 1 Mic SHURE SM58

4- Notebook (windows); programas instalados:
-audacity (gravação)
-simple cast (transmissão)
-Fast Track Pro configurada

5-3G configurado no PC

Na Sexta
Tivemos problemas com o Master Out da Mesa de som que não era lá aquelas coisas,  por isso todo o áudio ficou muito chiado, trocamos os cabos  mas nada deu certo. Até concluírmos que o problema era a saida da mesa de som também conectamos o cabo na saída de fone da mesa, mas o chiado continuava !!! Nossa missão de gravar e transmitir não rolou porque estava muito chiado mas a conexão tava 100% .

No Sábado
Levamos 2 Cabos Canon-p10 Balanceados e era outra aparelhagem de som em outro ambiente . Algumas bandas ficaram com as vozes muito altas e durante uma delas a bateria cobriu todo o resto devido a uma alteração na mesa durante o evento. A transmissão foi um sucesso, conseguimos pico de 20 ouvintes e o sinal não caiu nenhuma vez, ou se caiu foi apenas uma vez não me lembro.

No domingo
Não conseguimos conectar na internet com o 3g portanto fizemos somente a gravação ao vivo, com entrevistas e os shows na integra. A saída canon-XLR da mesa de som e entrada p10 na placa funcionaram perfeitamente e foi o melhor audio que conseguimos gravar.

Estamos editando os Bootlegs para soltar para as bandas e se autorizarem colocaremos no terceiro Enxame Cast . Podcast realizado pelo @enxamesonorizacao mensalmente.

Agradecimentos : Aldo (radio Ufscar); Felipe (Independencia ou Marte/Massa Coletiva); Gustavo (Massa Coletiva) .

Alguns Links Interessantes : http://www.independenciaoumarte.blogspot.com/ (programa de musica independente da radio ufscar)
http://www.enxamecoletivo.org (Coletivo de produção cultural de bauru)

Equipe Enxame Sonorização : Felipe e Arthur

para entrar em contato conosco : enxame.sonorizacao@gmail.com